ENTREGAMOS PARA TODO O BRASIL PARCELE EM ATÉ 12X ACIMA DE R$120 ☞ FRETE GRÁTIS FRETE PARA ESTADO DE SP SÓ R$8,00

Surreal Apresenta Nuven

Convidamos o Nuven (Gustavo Teixeira) para o desafio de compor uma música em uma tarde, utilizando um vinil do New Order que levamos com a gente. Trocamos umas perguntas e fizemos um registro em video, que você confere abaixo.

A Surreal São Paulo acredita na expressão pessoal e artística, e que é necessário estimular as pessoas a se arriscarem e pensarem de forma independente. Nesse quadro, a Surreal Apresenta, buscamos dar espaço aos expoentes regionais, apoiando e incentivando artistas, atletas, músicos, designers e pessoas que fazem acontecer.

Quem é o “Nuven”?

Meu nome é Gustavo Teixeira, tenho 29 anos, sou músico e nascido em São Paulo. Por alguns anos toquei guitarra em bandas de rock e tive um projeto instrumental. Há exatamente dois anos resolvi parar com as bandas e me dedicar somente à produção musical. Eu já vinha a algum tempo pesquisando e me aprofundando nesse assunto então a mudança de estilo musical pra mim acabou sendo bem natural, conforme minhas influências foram abrangendo mais gêneros diferentes, a forma com que faço música também foi.
O que me inspirou a essa mudança foi a vontade de explorar novos sons, caminhos e a independência total no processo de criação.

Como foi a criação desse som que você desenvolveu para gente?

O processo de criação dessa trilha para Surreal foi o seguinte:

Pedi para a galera da Surreal trazer um vinil qualquer que eles tivessem em suas casas para o dia da gravação do vídeo. Trouxeram o Technique do New Order, eu tirei alguns trechinhos de músicas desse album e joguei no computador para servir de material para ser manipulado. Depois coloquei batidas e uma bass line e tentei estruturar a música de uma forma bem simples pois o objetivo foi tentar começar e terminar uma música nova naquele dia. Acho que o maior desafio para quem produz musica sozinho no computador é conseguir finalizar músicas rapidamente, logo, achei bem legal esse desafio, foi um bom exercício!

Acabei dando uma mixada depois mas a parte de criação do som acabou sendo bem espontânea. 

Onde podem conhecer melhor seu trabalho?

Como você constrói as texturas que existem no seu som? Alguma preferência na escolha? Sons ambientes? Samples de vinis? Tem se aprofundado em alguma técnica?

Eu curto bastante colocar camadas de sons nas minhas músicas, acho que isso é uma influência tanto de artistas que gosto quanto de um costume que eu sempre tive de ficar experimentando gravar coisas com pedal de loop de guitarra e pedais de efeito.

Eu costumo começar uma música manipulando alguma textura no ableton live, seja um trechinho de alguma jam ao vivo gravada anteriormente, trechos tirados de vinis, sons ambientes, synths ou qualquer coisa que me inspire no momento, mesmo que depois eu acabe tirando do som dependendo do caminho que as coisas tomarem. Depois começo a parte rítmica e por aí vai... As vezes começo uma ideia pela bateria também... mas gosto de ter algo antes de criar o beat. Isso acaba sendo a minha fórmula, e certas horas acho bem bom exercitar a não segui-las, até para descobrir coisas novas e não ficar na zona de conforto.